quarta-feira, 6 de abril de 2011

Conhecendo um pouco sobre a Terapia de Grupo

Por: Luciana Zimmerer



Como acontece uma terapia de grupo:
Nosso trabalho com grupos terapêuticos acontecem através da interação entre os membros do grupo e o psicoterapeuta. O terapeuta segue como facilitador,busca favorecer aos membros do grupo a percepção de si mesmo através do contato com os outros.

Inicialmente, não há um tema específico a ser abordado em cada sessão. O cliente pode propor um tema que lhe aflige naquele momento, o terapeuta pode compartilhar com o grupo algumas percepções. É a partir do encontro, da relação grupal que o tema emerge.

Em geral, o sofrimento apresentado pelo indivíduo diz respeito a alguma dificuldade na maneira como ele se relaciona com o outro. Assim, essas vivências podem ser exploradas no trabalho em grupo, o que o torna um instrumento potente para superação desse sofrimento.

Os grupos podem ser formados por pessoas com dificuldades semelhantes ou demandas diferentes.

Os grupos podem ser abertos, ou seja, não há uma data específica para o fechamento do trabalho em grupo, ele vai se modificando com o tempo, algumas pessoas encerram seu processo terapêutico, outras permanecem por mais tempo e novas pessoas entram para compor o grupo.

Indicação para terapia de grupo:
A indicação para terapia de grupo é realizada através da disponibilidade pessoal do cliente e avaliação- feita pelo psicólogo- em relação às necessidades terapêuticas do cliente.

O grupo não deve ser formado por pessoas conhecidas.

Benefícios da terapia de grupo:
- É mais acessível em termos de valor.

-É possível transformar, gradativamente, a forma de perceber os sofrimentos/ dificuldades que aparecem no contato com o mundo e arriscar ( aos poucos) novas maneiras de se relacionar.

-Encontrar pessoas que também apresentam dificuldades interpessoais e aliviar a sensação de ser único a ter “ problemas” ou de ser “diferente”.

- Perceber ( através de feedback do grupo e do terapeuta) sobre a maneira como se relaciona com o outros, e se responsabilizar por ela.

-Vivenciar o impacto de sua postura, de sua fala, de sua forma de ser.

- Observar seus sentimentos e comportamentos através do relato dos outros.

-Transformar algumas interações desconfortáveis, em contatos que tenham um retorno mais gratificante, menos sofrido.

Primeiros passos para o ingresso no grupo:
Realização de um atendimento individual onde é feito leitura do contrato terapêutico. Neste ,constam algumas regras fundamentais para o trabalho em grupo, como por exemplo, o sigilo em relação aos assuntos abordados em cada encontro.

Na primeira entrevista para o início do atendimento psicológico, seja qual for a indicação, é importante verificar as expectativas, esclarecer a dúvidas e os receios em relação ao atendimento.

Após a primeira entrevista, o terapeuta pode sentir necessidade de realizar algumas sessões individuais antes de incluir o cliente no grupo.

Duração:
Os encontros são semanais, com 90 minutos de duração e tem dia e horário fixo.

Número de participantes:
Trabalhamos com grupos de no máximo 07 pessoas, mas cabe ressaltar que existem outras formas de realizar esse trabalho que vai de acordo com modo de trabalhar de cada profissional.

Coordenação do Grupo:
Pode ser coordenado por um psicólogo ou em co-terapia onde dois psicólogos trabalham em parceria.

Cuidados necessários ao formar um Grupo:
Em alguns casos, o cliente encerra a terapia individual e inicia o trabalho em grupo. Mesmo já conhecendo o contrato de uma terapia individual, é necessário realizar a leitura do contrato de grupo e avaliar as expectativas em relação ao novo atendimento.

Quando um cliente inicia a terapia em um grupo que já está em andamento, é fundamental no primeiro encontro que todo o grupo relembre o contrato terapêutico. Diferente da terapia individual, o contrato de grupo significa assumir um compromisso não só com o terapeuta mas também com o grupo como um todo.